Logotipo da empresa

ícone do telefone da empresa (11) 4990-1780 (11) 4990-4015

ícone do e-mail da empresa avatec@avatec.com.br

Indique a Empresa

Perguntas e Respostas

AVALIAÇÃO DA EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL AO CALOR

Segundo a Legislação pertinente NR-15 - Anexo Nº 3, a exposição ocupacional ao calor deve ser avaliada através do "Índice de Bulbo Úmido - Termômetro de Globo" ( IBUTG).

Consta ainda, na norma que "...os aparelhos que devem ser usados nesta avaliação são: termômetro de bulbo úmido, termômetro de globo e termômetro de mercúrio comum...". O texto acima tem dado margem a discussões e posicionamentos contrários à utilização de equipamentos eletrônicos na determinação do IBUTG.

Tal situação é decorrente da falta de atualização do Anexo Nº 3, da Norma Regulamentadora NR-15, o qual não sofreu qualquer alteração desde a aprovação da Portaria Nº 3214, de 08 de junho de 1978.

Uma revisão deste anexo certamente incluirá além da especificação do conjunto convencional de calor, a possibilidade de utilização de instrumentação eletrônica na determinação do IBUTG, pondo fim a esse tipo de controvérsia. Se analisarmos essa questão de um ponto de vista mais amplo e técnico, facilmente concluímos que as idéias contrárias ao uso de sensores eletrônicos na determinação do índice (IBUTG) caminham em sentido contrário da tendência natural e crescente da utilização de tais equipamentos, tanto no Brasil como no resto do mundo, em fase da tecnologia disponível.

A utilização de sensores na determinação da temperatura de bulbo úmido natural, temperatura de globo e temperatura do ar está prevista na Norma Internacional ISO 7243 ( Estimativa do stress térmico em trabalhadores baseada no Índice de Bulbo Úmido Termômetro de Globo - IBUTG).

Tal norma considera a possibilidade de utilização de qualquer dispositivo na medição das temperaturas componentes do índice, desde que, após a calibração respeite-se as características e tolerâncias especificadas pela norma. Outra importante fonte de referência, a ACGIH - ( American Conference of Governmental Industrial Hygienists ), citada pela Norma Regulamentadora NR-9 ( Programa de Prevenção de Riscos Ambientais ), permite também a utilização de vários tipos de sensores de temperatura, que forneçam leituras idênticas aos termômetros de mercúrio quando estiverem sob as mesmas condições.

O conjunto convencional de calor, como os medidores eletrônicos utilizados na determinação do índice de sobrecarga térmica IBUTG, apresentam vantagens; muitas vezes eles são substituídos indiscriminadamente pelo termômetro de globo úmido ( TGU ) somente nas situações em que os trabalhadores executem tarefas em ambientes sob pressões anormais, em trabalhos sob ar comprimido, ou trabalhos submersos. Nestes casos, a temperatura de globo úmido ( TGU ) fornecida pelo Botsball, não poderá exceder a 27ºC no interior da campânula ou eclusa da câmara de trabalho. Sob o ponto de vista legal, não é válida a utilização do TGU para avaliação da exposição ocupacional ao calor, exceto para as condições especificadas anteriormente.

Vários estudos a respeito fornecem fórmulas de correlação entre os índices de sobrecarga térmica IBUTG e TGU, no entanto, não devemos esquecer que os valores do IBUTG calculados à partir da temperatura de globo úmido são simplesmente estimativos.  

Ver Mais Notícias

Todos os Direitos Reservados - Avatec
Criação Wscience