Logotipo da empresa

ícone do telefone da empresa (11) 4990-1780 (11) 4990-4015

ícone do e-mail da empresa avatec@avatec.com.br

Indique a Empresa

Perguntas e Respostas

PRESSÕES ANORMAIS

Os trabalhos sob pressões anormais, ou seja, sob pressão superior à atmosférica, obedecem a uma série de restrições e cuidados, entre os quais destacamos:

- o trabalhador não poderá sofrer mais de uma compressão num período de 24 horas;

- o tempo de trabalho sob ar comprimido nunca poderá exceder a 4 horas;

- após a descompressão, os trabalhadores devem permanecer sob observação;

- o trabalhador exposto a estas pressões, obrigatoriamente deve ter mais de 18 anos e ter acompanhamento permanente de médico especializado.

A Norma Regulamentadora nº 15, Anexo 6, estabelece normas e procedimentos, assim como apresenta tabelas de descompressão, define os padrões para avaliação de candidatos a esta atividade e apresenta tratamento recomendado para cada caso.

Os riscos à saúde do trabalhador existem diretamente em três fases da atividade:

- fase de compressão (período de preparo inicial);

- fase de pressão constante (execução do trabalho);

- fase descompressiva (período de preparo final);

Na fase de compressão os problemas normalmente ocorrem com o ouvido, afetando principalmente o tímpano.

Deve haver cuidado com o tempo de compressão, que deve ser lento, gradual e controlado, para que se estabeleça o equilíbrio entre o ouvido médio e o externo.

Não devem ser expostos trabalhadores em estado gripal ou outros problemas pulmonares, pois os mesmos apresentam maiores dificuldades de equilibrar as pressões. Na fase pressão constante, ou seja, quando já há equilíbrio entre as pressões internas e externas, não há riscos maiores, com excessão da possibilidade de intoxicação por monóxido de carbono, resultante da combustão incompleta de matéria orgânica.

Na fase final, ou seja, a descompressão, é que se apresentam os maiores riscos à saúde do trabalhador, tais como:

problemas do ouvido, embolia gasosa (bolhas no sangue); embolia nas víceras (bolhas nos intestinos, pâncreas, fígado,etc.); problemas no coração, pulmão, cérebro, ossos e articulações; e efisema subcutâneo (bolhas sob a pele). Dentre os cuidados a serem tomados destacamos os seguintes:

- seguir rigorosamente as tabelas de tratamento

- ter acompanhamento qualificado

- utilizar oxigênio dentro das limitações de profundidade e tempo.

- manter à mão um kit de socorro médico.

- o trabalhador não deve dormir entre as paradas de descompressão.

- no caso de parada respiratória, iniciar imediatamente o método de ressuscitação boca a boca.

- não utilizar oxigênio em profundidades maiores que 18 metros

- quando houver dúvidas quanto ao estado de saúde do trabalhador não hesite em fazer o tratamento adequado.    

Ver Mais Notícias

Todos os Direitos Reservados - Avatec
Criação Wscience